O ameaçador “junho de fogo” no STF

Instituto Liberal Publicado em 04/06/2018

Não é o Apocalipse, mas o mês que começa pode ser o “junho de fogo” do Supremo Tribunal Federal. A presidente do órgão máxima do Judiciário, Cármen Lúcia, tomou a inquietante decisão de agendar para o período algumas votações intrigantes e de graves consequências para o país.

Leia mais no Instituto Liberal.