José Guilherme Merquior contra Michel Foucault e o “Niilismo de Cátedra”

Instituto Liberal Publicado em 23/06/2018

Em geral estamos menos acostumados a tecer críticas elaboradas sobre os autores mais influentes da esquerda, com o fim de desmontá-los diretamente na fonte, do que a apenas recorrer a desqualificações morais – na maioria das vezes corretas e adequadas, mas que, isoladas, são insuficientes para demonstrar a seriedade de nossos propósitos críticos.

O grande liberal brasileiro José Guilherme Merquior (1941-1991), que legou rica contribuição para a compreensão da história global do liberalismo em seu O Liberalismo Antigo e Moderno, se dedicou a esforço muito valioso nesse sentido em seu livro de 1985, Michel Foucault – Ou o Niilismo de Cátedra, que temos em mãos na edição da Nova Fronteira.

Leia mais no Instituto Liberal.