“América Latina: dependência e integração” – O Marxismo de Ruy Marini

Instituto Liberal Publicado em 19/07/2018

Se há esquerdistas que escrevem bem, quase nunca os marxistas mais ortodoxos se inserem nessa categoria. Não parece diferente o caso de Ruy Mauro Marini (1932-1997), cientista social brasileiro que fugiu do regime militar nos anos 60 e também da ditadura chilena depois do golpe de 1973. O árido economicismo e o dogmatismo ideológico redundante do texto tornam difícil não querer dar tiros na cabeça a cada duas ou três páginas.

Leia mais no Instituto Liberal.